quarta-feira, 30 de março de 2011

Vou comer que eu ganho mais

Porque mulher tem essa mania de se entupir de comida esperando que isso melhore o dia? Concordo que comer é um dos maiores prazeres da vida... Mas também está entre um dos sete pecados capitais.
Juro que tento manter minha boca fechada. Não por questão de estética, sei lá, já me desliguei disso faz um tempo. Sempre digo que vou fazer um regiminho mas nunca me dou o trabalho de começar.
Mas sabe, muitas vezes é bem mais interessante eu sair da frente desse computador, ir até a cozinha e preparar uma coisa bem gostosa pra mim comer e ser feliz, do que ficar aqui lendo tanto blábláblá, tanto mimimi.

terça-feira, 29 de março de 2011

Who cares?

Ele simplesmente a tratou com indiferença aquela noite. Estava cansado de correr atrás dela e ela nada. Pensou que talvez, se ela provasse do próprio veneno, perceberia que estava acabando com o que eles tinham.
Elas dizem que o mundo pode acabar, mas para os homens vai estar tudo sempre bem, tudo lindo. Mas ele sabe que isso não é verdade. A indiferença dela já vinha o afetando a tempos. E ele tentou de tudo. Fez surpresas. Ligava sempre. Sempre que ela não dava sinal, ele se preocupava. Ela agia como se não devesse satisfações. Como se a vida fosse só dela e não a dividisse com ele.
E agora, que ele a tratou com indiferença, tudo continua igual. Ela sequer percebeu, sequer se importou.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Monólogos

Não sei o que se passa pela tua cabeça agora, que dirá antes. Não sei, nem nunca saberei. Acho que diálogo não faz parte do teu vocabulário.
Tento me imaginar no teu lugar, me coloco na tua pele, perante toda essa situação. Vejo se tem algo te impedindo de se abrir comigo. Algo que eu faço que talvez possa te censurar. Mas não tem.
Te dou tanta abertura. Indago. E tudo o que eu consigo arrancar de ti são apenas palavras silábicas, quando na verdade queria uma conversa franca, aberta, sem ressentimentos. Diversas vezes, depois de um longo tempo, me vejo em meio a um monólogo.
Quem sabe no dia em que eu desistir, tu resolva abrir a boca.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Insuficiente

Te coisas que, por mais que a gente queira, não tem como esquecer, não tem como perdoar... Força de vontade é insuficiente!

quinta-feira, 24 de março de 2011

Oi cara de boi (:


Só assim pra matar essa saudade mega louca que sinto de ti...

quarta-feira, 23 de março de 2011

Quem sabe...

Quais são as chances de, quem sabe, em algum outro universo paralelo por aí, eu estar morando na Rua Carioca, com uma irmã mais velha melhor amiga, dois pais lindos, juntos e felizes? Quais são as chances de que naquele verão a gente não tenha ido pra praia, e eu ainda ter aquele gatinho fofo das fotos? Gostaria de saber se nesse outro universo paralelo eu sou feliz, se tenho o meu namorado lindo, se quero ser Arquiteta. Se tenho a Belinha.
Talvez lá eu não tenha nada do que tenho aqui. Também, a gente não pode ter tudo que quer. Tem que fazer escolhas, abrir mão de certas coisas. E muitas dessas escolhas sequer dependeriam de mim.
Só gosto de imaginar como as coisas seriam...

E se?

E se uma gota d'água fosse o suficiente para fazer o oceano transbordar, afundando todo o seu mundo? Pense nisso...

terça-feira, 22 de março de 2011

Simplesmente

Sabe aquele medinho que tomava conta da minha barriga lá no inicio? Aquilo que me fazia hesitar ao tomar partido da minha opinião? Simplesmente desapareceu. Ou talvez não tenha sido simplesmente. Eu fui evoluindo e vendo que a coisa não é bem assim. Dizem que pra vida não existe ensaio. Mas e quem disse que ela é uma peça só? Durante o decorrer dela eu posso protagonizar quantos espetáculos eu quiser. Quando um acaba, um novo começa.

Marasmo

Tudo tão cheio de coisas. Coisas velhas, coisas novas. Umas tão usadas, surradas e amadas. Outras deixadas de lado, literalmente jogadas às traças. Tudo acumulado no meio de toda essa confusão. Super lotação. E, ao mesmo tempo, tudo tão vazio, tão frio, tão sem vida. Por mais que as cores sejam infinitas, enxergo tudo em preto e braco, escala de cinza.
Lá fora o ruído do mundo é ensurdecedor. Aqui, parece tudo tão silencioso, tão monótono. Vivo naquele marasmo. No fundo acho que já morri e nem percebi.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Inevitável;

Texto de 15/06/2010

Três coisas são certas, é impossível passar pela vida sem cometer um ou mais erros, sem pagar por eles e principalmente, sem sofrer.
Muitas coisas são incontroláveis, mas acredito que de todas elas, essas três são inevitáveis. A gente não escolhe, simplesmente faz. Segue o impulso, o primeiro pensamento, a primeira decisão, e se esquece de todo o resto. Comete um erro! (Mas quem nunca errou?) E então, você sofre e sofre e sofre, até conseguir se perdoar. E quando o perdão vem, você acha que está tudo bem, que pode seguir em frente sem olhar pra trás, se sente pronto pra viver sem um peso, ao qual você não aguentava mais carregar. Mas e o resto do mundo? Ele está pronto pra te perdoar? Ele acha que você merece o perdão? Não! Porém ele vai fingir que está tudo bem, que o passado é passado. De inicio você se sente feliz, aliviado. Com o passar do tempo, começa a perceber os olhares, os murmurios e todos aqueles dedos apontando para ti. A verdade é que o resto do mundo vai te julgar, como se ele jamais tivesse errado. E vai te culpar, te condenar! E a tua pena? Ah, a tua pena vai ser a pior de todas. A morte! Não morte carnal, daquelas com enterro e tals. Mas sim aquela morte lá dentro do peito. Aquele vazio, aquele dezânimo. E com o passar do tempo, você esquece que se perdoou. Você afunda cada vez mais, em um buraco sem fim.

Trecho 2

"Pensar em sexo o tempo todo significa que há algo errado comigo? É uma pergunta que me faço constantemente. Será que toda mulher só pensa em transar? É comum outras mulheres olharem para o pênis dos homens quando eles passam na rua? A maioria das mulheres pensa no possível desempenho sexual de todos os homens que conhece?
Eu não sei - gostaria de saber. Estou começando a achar que eu talvez seja uma aberração, pois tenho uma idéia fixa que pode me tornar diferente das outras mulheres."

Abby Lee (pseudônimo de Zoe Margolis) - A Garota que Só Pensava Naquilo: Confissões de uma sedutora

Comentário: Para sair da rotina, quebrar os tabus e alimentar a sua imaginação. E pra quem gostar da leitura, tem mais no blog girlwithaonetrackmind.blogspot.com

sexta-feira, 11 de março de 2011

Feliz 6 meses (:

Feliz seis meses pra nós, amor. Que nós continuemos sendo muito felizes. E que o nosso amor cresça ainda mais. Te amo demais. Obrigada por todos os momentos que passamos juntos, nos quais tu me fez muito feliz e realizada.
Beijos na boca do meu Gui lindo =*
E eu amo demais demais essa foto.
Minha vida *-*


quarta-feira, 9 de março de 2011

Saudade.



TE AMO PRA TODO O SEMPRE!

domingo, 6 de março de 2011

Trecho 1

"Não se fica de braços cruzados quando você ou um ente querido está sendo atacado. E não se age como o governo com suas "respostas-padrão" e toda aquela frescura. Se você é agredido, a compaixão e a piedade devem ser postas de lado. Você elimina o inimigo. Você barbariza. Os que zombavam dessa filosofia, achando-a desnecessariamente maquiavélica, geralmente acabavam causando destruição maior.
No fim, se você eliminar o mal pela raiz, menos sangue será derramado."

Harlan Coben - Não Conte A Ninguém

Comentário: Um ótimo romance policial de Harlan Coben adaptado para o cinema em 2006. Suas obras são caracterizadas por personagens misteriosos e uma advogada durona, conhecida como Hester Crimstein. Para quem gostar, recomendo Confie em mim, de mesmo autor.